quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016

Black Panther Vol 4 20 - Novembro/2006


EDIÇÃO ANTERIORARCO / ANOPRÓXIMA EDIÇÃO
06 - MODERN AGE /
<Guerra Civil>
2006
Fantastic Four 539

Enquanto os heróis guerreiam, o resto do mundo assiste e se prepara para interferir no que for necessário. Não só o resto do mundo, mas também o que está ao redor dele, no espaço sideral.


T'Challa e Ororo são chamados para uma conversa urgente com o lado azul da Lua. Os Inumanos convocam o Pantera Negra para discutir uma grave crise que se desenhava.


Medusa fala por Raio Negro e explica que a preocupação girava em torno do sumiço de cristais de terrigeno, encontrados em mãos do exército americano. Cristallys também aparece para conversar e a intenção dos pupilos do raio Raio Negro era declarar guerra contra a humanidade.


T'Challa pergunta se ele era um refém, mas a reação exagerada dos Inumanos demonstra que há discussões ainda maiores. Karnak acusa T'Challa de ofender o monarca daquele local, e os ânimos ficam ainda mais acirrados.


Raio Negro fica com cara de quem está P e sai da sala. A situação sai de controle e os Inumanos passam a tentar atacar o Pantera, que se defende com sua agilidade e com o apoio de sua esposa.


Medusa intervém e pede calma. Raio Negro sentia muita falta de falar e precisava de uma ajuda do monarca de Wakanda, dono da tecnologia de manipulação de vibranium. Raio Negro queria uma câmara que permitisse à ele proferir sons vocais sem quebrar tudo ao redor. E o Pantera diz que ia tentar ajudar.


A excursão de lua de mel do casal T'Challa e Ororo não é nada convencional, mas a ameaça graças a uma Guerra Civil acontecendo na América deixa todos de sobreaviso.


http://marvel.wikia.com/wiki/Black_Panther_Vol_4_20

*Apesar de não fazer parte oficialmente da lista de títulos da Guerra Civil, essa história se passa durante o mega evento e é importante para entender o cenário politico do Universo Marvel.

Publicada no Brasil
Marvel Action n° 10

Cronologia Vingadores

Cronologia X-Men

0 comentários :

Postar um comentário

Os comentários são moderados.