terça-feira, 20 de outubro de 2015

Amazing Spider-Man Vol 1 530 e 531 - Maio e Junho/2006



EDIÇÃO ANTERIORARCO / ANOPRÓXIMA EDIÇÃO
06 - MODERN AGE /
<Guerra Civil>
2006
Fantastic Four 536 e 537

O caminho para um grande evento começa a mostrar mais sobre a grande discussão que tomaria conta do universo Marvel. A Lei de Registro dos Super-Seres tem suas primeiras discussões mais acaloradas e os argumentos começam a ser apresentados.



Tony prepara a viagem à Washington e deixa Peter esperando no aeroporto. Peter pergunta onde ele estava e Tony diz que estava em uma reunião de planejamento (mas na verdade, estava em um encontro dos Iluminatti). Eles seguem para a capital federal americana e Tony explica à Peter as minúcias da convocação. Tratava-se de uma nova discussão que tramitava no alto escalão do governo: o Registro de Super-Humanos.



Basicamente, tratava-se de registrar todos os heróis que ainda não haviam tornado públicas suas identidades. O governo dizia que tinha como guardar as informações,  mas o Homem Aranha sabia que isso era um risco enorme, pois sempre havia uma forma de burlar os sistemas, e o acesso à esse tipo de informação coloca em perigo os entes mais próximos.



Tony compareceria à audiência para tentar convencer os senadores a desistirem dessa idéia. As discussões são intensas e o argumento dos senadores era que o registro deveria ser feito para os casos de algum erro ser cometido por um mascarado. O ônus de possíveis erros desses super seres não poderia mais cair no ombro do dinheiro público.



Peter tenta participar da conversa defendendo os mascarados, mas seu argumento é incisivamente contrariado. A sessão é interrompida e o assunto começa a virar notícia. Mas o que surpreende todo mundo é uma aparição surpresa do Homem de Titânio, tentando atacar Tony Stark.



Peter aproveita o tumulto e ativa sua roupa nova. O Homem Aranha protege Tony Stark e encara o Homem de Titânio usando os novos recursos de seu traje. Depois de muita pancadaria, o Homem de Titânio, antes de fugir, afirma que Tony Stark deveria ser morto e que o próprio governo perseguiria o Homem Aranha.



No dia seguinte a discussão continua no senado, e as palavras do Homem de Titânio são usadas por Tony para argumentar sobre o perigo que a sociedade corria forçando os heróis a se registrarem enquanto os super vilões continuavam por aí. De surpresa, o Homem Aranha aparece e diz que os mascarados faziam aquilo tudo porque ninguém mais faria e não poderiam ser reprimidos por suas atitudes. O senado, mais uma vez refuta o argumento, dizendo que as provas que os mascarados apresentam podem ser forjadas e só poderiam ser consideradas se vierem de uma fonte identificada.



Peter acha estranho que ninguém sabia da presença de Tony no senado, nem mesmo a imprensa. Porém o Homem de Titânio sabia. Como a aparição do vilão ajudava o argumento contra o registro de super seres, Peter questiona Tony se ele compartilharia a informação se houvesse alguma armação.



Tony afirma que não tinha nada a ver com o incidente, mas ele mentia. Ele contratou o Homem de Titânio para aquela cena toda, e quando recebe o pagamento, o vilão afirma que nem sempre as coisas serão engraçadas.



O final dessa história se conecta diretamente com o começo da épica Guerra Civil, e por essa razão é preciso considerar que há um tempo até isso acontecer, visto que há outros acontecimentos importantes para a cronologia antes de iniciar a mega saga. Eles voltam para casa e aparentemente a discussão fica adiada, mas não por muito tempo. Logo a TV notícia um incidente com um tal Speedball...



http://marvel.wikia.com/wiki/Amazing_Spider-Man_Vol_1_530

http://marvel.wikia.com/wiki/Amazing_Spider-Man_Vol_1_531


Publicada no Brasil
Rumo À Guerra Civil n° 1 - Panini
Homem-Aranha n° 65 e 66 - Panini


0 comentários :

Postar um comentário

Os comentários são moderados.