segunda-feira, 14 de setembro de 2015

Spider-Man: The Other (Evolve or Die) - Dezembro/2005 a Março/2006 - Parte 3



EDIÇÃO ANTERIORARCO / ANOPRÓXIMA EDIÇÃO
06 - MODERN AGE /
<O Outro: Evolução ou Morte>
2006
Uncanny X-Men 469 a 471

O Homem Aranha morreu. Mas sua morte era uma imterrogacao enorme pois algo eclodiu de dentro do corpo do cadáver e inexplicavelmente fugiu da Torre dos Vingadores. O que era aquilo que se desenvolvia em um casulo debaixo de uma das pontes sobre o Rio Hudson?




Em uma resposta simples: era Peter Parker. Com visões e sonhos sobre a origem do Homem Aranha e os primeiros eventos que causaram o início da vida heróica do amigão da vizinhança, Peter assiste à flashes que discutiam o homem e a aranha que existia em um mesmo ser. E se um determinado tipo de aranha trocava de pele uma vez na vida, talvez isso fosse uma nova chance para o hospedeiro daquele genoma aranha.



Ele sai do casulo e reaparece na porta de sua casa, para surpresa de todos. Mary Jane e May Parker explodiam em alegria, enquanto seus demais colegas demonstravam felicidade e, ao mesmo tempo, indagações enormes.



Peter é levado para uma série de testes para que pudessem tentar entender o que acontecera. O rapaz teve todas as suas feridas recuperadas, desde as últimas (como seu olho arrancado durante a luta com Morlun) até as mais antigas. E essa era apenas umas das bençãos que esse renascimento trouxe.



Peter demonstrava novos poderes, mais aguçados e rápidos. Sua força e agilidades estavam ampliadas e seu sentido aranha se manifestava não apenas em momentos de perigo, mas em todo e qualquer momento que alguém tentasse tocá-lo. E ele possuía ferrões que, volta e meia, apareciam em seus pulsos (o que ele próprio achava bizarro, pois aranhas não possuem ferrões).



Mas não foi apenas esse novo Peter Parker que saiu do corpo do morto. Uma outra criatura derivada de aranha também saiu de lá e envolveu todo o topo da Torre dos Vingadores em um tipo de teia. Algo que conseguia atravessar paredes de vibranium e desfazer seu corpo para refazê-lo logo em seguida. Algo que discute com Peter Parker o que ele era. Ele era o homem incorporado pela aranha ou a aranha incorporada pelo homem?



As aranhas piratas usam o antigo corpo de Peter como molde e forma uma espécie de contra-parte dele. A criatura foge pelos bueiros da cidade, deixando Peter sem resposta e também forma um casulo escondido em algum local da cidade.



Peter continua sendo objeto de estudo e mais uma vez não há respostas. Reed Richards e Stephen Strange analisam e aceitam que há algo novo e estranho com o herói das teias, mas algo inexplicável pairava ao redor daquele herói. Algo que nem ele mesmo entendia.



A falta de respostas logicamente gera desconfiança e Tony Stark insistentemente testava o rapaz para ter certeza que aquele era mesmo Peter Parker. E nem ele mesmo tinha certeza sobre quem ou o que ele era. 



Mary Jane entrega à Peter seu antigo uniforme reformado e o Homem Aranha sai pela noite. Ele se incomoda com a roupa que não estava tão boa e procura um alfaiate, mas enquanto aguardava o serviço. acaba se deparando com um acidente em um prédio que explodiu e ruía.



Mesmo sem camisa, ele entra nos escombros em busca de sobreviventes e descobre outros novos poderes. Ele podia enxergar no escuro e a sensibilidade de sua pele aumentara, possibilitando ao herói perceber as menores vibrações ou pequenas correntes de ar ao seu redor. Ele podia não apenas grudar em paredes com suas mãos, mas também podia grudar coisas em suas costas. Ele usa essas novidades para salvar uma garotinha e virar notícia, contrariando os rumores sobre sua morte de dias atrás.



E Mary Jane diz à Peter que tinha certeza que ele era ele. Ele era um novo Peter, mais forte, sem cicatrizes, e por que não sem pecados, sem culpas. Tudo o que passou em sua "vida anterior" fora corrigido para que ele voltasse curado. Curado de suas feridas físicas e psicológicas. Afinal foi com esses novos poderes que ele salvou mais uma pessoa, ou seja, ele continuava sendo o bom e velho Homem Aranha. Aprimorado, mas o mesmo Homem Aranha de sempre. E ele concorda e diz que não tinha mais medo de descobrir o que aconteceria com a fusão entre um homem e uma aranha.



Tony Stark implantou uma série de escutas no quarto de Peter e após ouvis a conversa, se convence que aquele era mesmo Peter Parker. Agora, ele podia trabalhar tranquilamente .no presente que ele estava preparando para o Homem Aranha. Um novo uniforme começava a Tomás forma.



Evolução ou Morte é uma história complexa, que não reboota o personagem mas dá ao herói um novo status quó. A vida segue, ainda com assuntos pendentes pela frente. Aquele novo Homem Aranha, com novos poderes, seguiria a vida do anterior. Sabendo que uma contrapartida dele estava por aí...




0 comentários :

Postar um comentário

Os comentários são moderados.