quinta-feira, 20 de agosto de 2015

Iron Man Vol 1 5 - Setembro/1968



EDIÇÃO ANTERIORARCO / ANOPRÓXIMA EDIÇÃO
03 - SILVER AGE / 1968Marvel Super Heroes 15

Um dos donos dos quadrinhos do Homem de Ferro chega às páginas da recém criada revista do latinha. George Tuska assume as páginas da revista Iron Man e começa a imprimir seus traços ao personagem. Mesmo essa história tendo claramente um roteiro teste, o personagem ganha um novo combustível artístico.




A história é basicamente Tony Stark sendo levado por uma máquina do tempo e indo parar no futuro longínquo, onde uma de suas máquinas desenvolve inteligência e pretende dominar o mundo (uma realidade batizada de 68091, no século XXIV).



Os humanos daquela realidade usaram a máquina do tempo para capturar Tony do passado e evitar que ele crie o super-computador que se aproveitava dessa habilidade "inteligente" ao fato dos humanos terem se tornado preguiçosos e alienados, já que não precisavam fazer mais nada.



Sem sua armadura, Tony é ameaçado por humanos de uma célula da resistência mas a máquina, que era chamada de Cerebrus (talvez um parente do Cérebro), invade o local e a confusão eclode, dando uma oportunidade de Stark fugir, auxiliado por uma moça chamada Krylla



A moça leva Tony até um museu onde havia uma armadura do Homem de Ferro e ele usa o equipamento para enfrentar os humanos que queriam matá-lo e os robôs do Cerebrus.



Os humanos acabam se dando mal e Cerebrus fica em uma sinuca temporal, pois se ele matasse Tony Stark, sua origem não aconteceria. Essa condição gera duvida no computador e ele hesita...



... dando a oportunidade para Krylla explodir tudo e mandar Tony de volta para seu tempo.



Apesar dos humanos alienados serem muito parecidos com o Aberração, não são nem sombra do poderoso ser criado pelas experiências anteriores de Tony Stark. Fracos e sem inteligência, esses seres não passam de estúpidos abobalhados. Algo parecido com nossa realidade atual na segunda década do século XXI?



O início da história mostra Tony preocupado com aquele efeito de luz que o cercava. Ele até acha que se tratava de mais uma das ofensivas do Mandarim, o que faz muito sentido visto a semelhança entre os ataques.



E mesmo em um futuro distante Tony não perdoa a mulherada e tenta dar uma xavecada em Krylla. A moça não quis dar nem tempo para ele falar e já o dispensou. Provavelmente deve ter estudado algo sobre o playboy.



Só é uma pena que o museu não tinha uma versão mais moderna ou diferente da armadura do Homem de Ferro. Ficou conveniente demais ele encontrar exatamente a versão que ele estava usando quando foi abduzido de seu tempo.



http://marvel.wikia.com/wiki/Iron_Man_Vol_1_5



Publicada no Brasil
Homem de Ferro e Capitão América (Capitão Z) - nº 34
Homem de Ferro n° 3

0 comentários :

Postar um comentário

Os comentários são moderados.