segunda-feira, 24 de agosto de 2015

Captain America Vol 1 106 - Outubro/1968


EDIÇÃO ANTERIORARCO / ANOPRÓXIMA EDIÇÃO
03 - SILVER AGE / 1968Thor 158 e 159

Outra passagem mostrando o Capitão América ocupando seu tempo com ações da SHIELD, agência que se aproveita da nobreza dos heróis.


Steve Rogers surpreende uma tentativa de roubo em uma das bases da SHIELD, onde os espiões buscavam especificações de um novo modelo de LDM. As ações do Capitão não conseguem impedir que as informações fossem levadas e eles descobrem que o plano girava em torno de uma tal Operação Réplica.


Um agente da SHIELD leva o Capitão de volta para o hotel onde ele estava ficando e mostra um filme que estava sendo produzido, mostrando o Capitão na época da guerra, porém de uma forma bem diferente do que ele realmente foi, caracterizando-o como um assassino frio, atirando em pessoas desamadas. Rogers fica indignado e decide questionar a produtora em Hollywood.


As informações roubadas da SHIELD atravessam o planeta e são entregues para um ditador chinês (muito caracterizado como Mao Tse Tung) que liderava a Operação Réplica. Os comunistas asiáticos desenvolviam a tecnologia dos LMD e produzem uma cópia de Steve Rogers, porém mais forte e mais ágil, enviando o robô para a América a fim de acabar com a imagem heróica do verdadeiro Capitão.


O produtor do filme sobre o Capitão era Cyril Lucas, que também agia em conjunto com os chineses, em traição aos EUA. Ele se aliou aos asiáticos para conseguir dinheiro para uma operação em seu irmão, mesmo sob protestos.


O LMD chinês chega ao local e fica preparado para atacar o verdadeiro Capitão América. Quando Rogers chega, é surpreendido e começa a ser dominado pelo poderoso robô, mas o irmão de Cyril não aceitava aquela situação e tenta intervir, sendo morto após ser jogado longe pelo robô.


Logo na sequência, o robô começa a falhar e fica inoperante, e um agente da SHIELD avisa o Capitão que tudo não passou de um plano da agência antiterrorismo para que os inimigos testassem o robô que possuía especificações incorretas.


Cyril acaba sendo o maior prejudicado na história toda, pois acabou assistindo a morte de seu irmão e, no final, ainda acabou sendo morto por um tiro dado por agentes chineses como pagamento por sua falha.


Uma faceta diferente da SHIELD, se mostrando como uma agência manipuladora e, até certo ponto, perigosa ao usar seus próprios inimigos em testes de campo tão perigosos assim.




Publicada no Brasil
Homem de Ferro e Capitão América (Capitão Z) 3ª Série - n° 27
Capitão América n° 1 - Abril

0 comentários :

Postar um comentário

Os comentários são moderados.