quinta-feira, 30 de julho de 2015

Captain Marvel Vol 1 2 e 3 - Junho e Julho/1968


EDIÇÃO ANTERIORARCO / ANOPRÓXIMA EDIÇÃO
03 - SILVER AGE / 1968Silver Surfer 1

Os primeiros passos de um herói na Terra, só e mal acompanhado. O Capitão Marvel encara não apenas humanos, mas também seus semelhantes e grandes inimigos interplanetários.



As notícias correm rápido não apenas aqui no nosso planeta. O Imperador Skrull ficou sabendo que os Krees enviaram um agente para a Terra e também que o famoso equipamento chamado Sentinela Kree acabou sendo ativado. Os Krees são inimigos antigos dos Skrulls e os seres verdes queriam saber o porquê de tamanho interesse no planetinha azul.



E o responsável por essa missão é o Super Skrull, que andava exilado nos confins do universo. Sabendo do poder do Super Skrull, o Imperador Skrull o chama de volta e promete que se ele conseguisse descobrir o que acontecia na Terra e ainda matasse Mar-Vell, poderia escolher a recompensa que mais lhe agradasse. E o Super Skrull já sabia o que ia pedir... A filha do Imperador, a princesa Anelle. Dessa forma, o super poderoso poderia garantir seu nome no trono da raça alien.



Mas outros problemas afligiam Mar-Vell na Terra. Ele retorna a seu quarto de hotel e descobre que sua mala foi roubada. Ele desconfia do zelador do hotel e tenta encontrá-lo pois dentro da mala havia um equipamento que poderia acabar com o planeta.



O zelador do hotel seguia para a base militar do general Bridges, mas graças à maleta que emitia sinais Krees, ele não chega ao destino. O Super Skrull ataca o humano e chama a atenção do Capitão Marvel, que os encontra. Porém, os poderes do ser verde são enormes e Mar-Vell é derrubado e capturado.



Yon-Rogg assistia tudo de sua nave Kree ao redor da Terra e decide não fazer nada para ajudar o capitão. Ele afirma que não queria comprometer a missão e a localização deles, ma na verdade ele queria ver Mar-Vell morto e ficar com o caminho livre para conquistar Una. Um melodrama amoroso intergalatico bem desnecessário...



O Super Skrull leva Mar-Vell até a nave para analisar a mente do Kree e descobrir o motivo da missão, e acaba conseguindo mais que isso. O ser verde descobre sobre o Sentinela Kree, sobre a identidade secreta de Mar-Vell na Terra e também sobre a maleta.



Mar-Vell consegue escapar e segue para sua nave, mesmo sabendo que Yon-Rogg não era confiável. Ele consegue chegar à espaçonave e pede para se comunicar diretamente com o ministro imperial, a fim de conseguir autorização para voltar à Terra. Ele consegue sua solicitação usando como desculpa a vingança contra o Skrull mas o que ele queria mesmo era proteger a Terra da explosão da maleta.



O Super Skrull usa o mesmo disfarce que Mar-Vell usou para entrar na base militar do General Bridges levando a maleta e explodir tudo, mas o Capitão Marvel o ataca e expõe o disfarce. O Super Skrull enfrenta novamente Mar-Vell. Mas dessa vez o Kree estava esperto e evita os golpes. Nesse momento, o Skrull tenta usar seu poder hipnótico em Mar-Vell, mas o Capitão evita o ataque usando um espelho, o que faz com que o bicho verde perdesse o sentido e se transformasse em um super marionete.



Mar-Vell recupera sua maleta e desativa o equipamento. Aproveitando que o Super Skrull estava hipnotizado, Mar-Vell ordena que ao oponente que ele fuja para os confins do universo, o zelado do hotel estava no hospital em coma, e a missão do Kree continuava ativa.



Fica como ponto negativo da história alguns motivos bobos relacionados à construção do protagonista. Ele veio para a Terra como um espião e em menos de três historias se transforma em um herói engajado com a raça humana. Ainda não houve motivos para tamanho envolvimento com o planeta, e mesmo assim Mar-Vell move montanhas para proteger o planeta azul. Nada que seja absurdamente incorreto na narrativa, mas falta tempero...



E ver o Sentinela Kree, que originalmente era para ser um robô que apenas vigiava, ser transformado um um conceito de guerra, é outra mudança muito abrupta.



As primeiras referências a uma rixa intergalatica são mencionadas nessas edições iniciais da revista do novo herói espacial da Marvel. Apesar do personagem não ter uma construção tão adequada que justifique o status de herói tão rapidamente, o Capitão Marvel finca seu nome no rol de protagonistas da casa das idéias.



E os problemas de memória na redação da Marvel continuam... Mais uma vez, fica a dica! Acompanhe a Cronologia Lógica Marvel para saber as referências exatas sobre historias passadas. Já falei isso para você, Stan Lee! Já que vocês não lembram, o Super Skrull enfrentou o Quarteto Fantástico em FF18 e FF32 (e talvez possa se considerar também a participação dele no meio da bagunça em FF@3), além de enfrentar Thor em T142.



http://marvel.wikia.com/Captain_Marvel_Vol_1_2

http://marvel.wikia.com/Captain_Marvel_Vol_1_3


Publicada no Brasil
Edições Gep n° 11 - Gep

0 comentários :

Postar um comentário

Os comentários são moderados.