quinta-feira, 12 de março de 2015

X-Men Vol 2 177 a 179 - Prisão Domiciliar - Janeiro e Fevereiro/2006



EDIÇÃO ANTERIORARCO / ANOPRÓXIMA EDIÇÃO
06 - MODERN AGE /
Dizimação M >
2006
X-Men Vol 2 180 e 181

Começam os desdobramentos resultantes do dia M, quando quase todos os mutantes perderam seus poderes. A identificação de quem tem e quem deixou de ter poderes é lenta e penosa, principalmente para alguns que não queriam deixar de ser homo superior.





Os principais X-Men encontravam-se em frente ao instituto Xavier, surpreendidos pela chegada de enormes Sentinelas. A primeira reação é enfrentar o perigo, mesmo com o anúncio feito pelos enormes seres metálicos, afirmando que não estavam ali para lutar. A turma dos esquentadinhos é a primeira a partir para a briga, porém sem muito sucesso.



E é nesse momento que os leitores percebem que Polaris perdeu seus poderes. Ela se junta ao Homem de Gelo, que também passou a ser apenas um humano, porém ela não queria contar para ninguém a "novidade", na esperança de que seus poderes votassem.



Ao mesmo tempo que aquela bagunça acontecia, a Liga Sapien tramava um ataque à mansão, liderados pela Rainha Leprosa.



Quando a Rainha Branca descobre que aqueles Sentinelas eram controlados por humanos, Polaris encontra Valerie Cooper, que explica o real papel do Esquadrão Sentinela, destacado para auxiliar na proteção dos X-Men, e apresenta Alexander Lexington, líder da equipe controladora de robôs, ao grupo de heróis.



A ajuda oferecida pelos Sentinelas é aceita assim que eles são atacados por um destacamento da Liga Sapien...



... que havia capturado Bobby Drake. A Rainha Leprosa ameaça matá-lo e Emma Frost capta as ondas cerebrais apavoradas de Bobby, alertando os outros X-Men sobre onde ele estava. Emma aplica algum tipo de força mental no jovem que estava na mira de um revólver e a Rainha Leprosa recua, com seu braço congelado. Bobby havia recuperado seus poderes de gelo.



Sem entender muito bem o que ocorreu, os grupos continuam combatendo os inimigos humanos, e a Rainha Leprosa encontra mais dois mutantes chegando. Zoiúdo e a Pistoleira são surrados pela líder terrorista, mas conseguem se salvar pois a oponente ainda sofria com seu braço congelado.



Em paralelo à isso tudo, estranhos movimentos intergaláticos eram percebidos por algumas estações espaciais de observação.



Emma Frost explica ao grupo que o Homem de Gelo não tinha realmente perdido seus genes X e que ele apenas teve um bloqueio mental quando descobriu que a maioria dos mutantes ficou sem poder. Polaris finalmente conta à todos que perdeu seus poderes e pede que Emma a ajude, porém a situação era diferente e não havia nada que pudesse ser feito.



Polaris decide deixar o grupo e focar em suas visões, que a faziam acreditar na chegada de algo do espaço. Destrutor anuncia que acompanharia a moça e os dois vão embora.



A história se constrói principalmente com base no tumulto causado após a perda dos poderes mutantes. Ninguém sabe bem o que fazer e como a situação ficará, mas apesar da abalada união entre os mutantes que sobraram, há outros assuntos sendo discutidos.



Um deles é a declaração da Mística, afirmando que seu novo parceiro de roubos, o Pulso, tinha totais condições de casar com a filha dela, a Vampira...



.. e outro é uma estranha escavação no Egito! Vem muita coisa por aí.



http://marvel.wikia.com/X-Men_Vol_2_177

http://marvel.wikia.com/X-Men_Vol_2_178
http://marvel.wikia.com/X-Men_Vol_2_179


Publicada no Brasil
X-Men 1ª Série - n° 61 e 62

0 comentários :

Postar um comentário

Os comentários são moderados.