terça-feira, 3 de março de 2015

X-Men Vol 1 36 - Setembro/1967



EDIÇÃO ANTERIORARCO / ANOPRÓXIMA EDIÇÃO
03 - SILVER AGE 1967Strange Tales 164 a 168 -
Dr Estranho

Mais uma edição da revista dos X-Men enrolando os leitores no caminho do combate contra o Fator Três. Dessa vez a desculpa é a falta de dinheiro e um inimigo absolutamente descartável.



A história começa com a escola sendo assaltada, demonstrando que a maré de azar estava feia, mas o Fera consegue lidar com os bandidos, que depois tem suas memórias apagadas pelo Cérebro (apesar disso não funcionar muito bem).



Sem dinheiro para ir até a Europa resgatar o professor Xavier, o jato dos mutantes estava sem gasolina e a família rica de Warren Worthington também estava viajando. Os jovens mutantes apelam todas as formas possível de ganhar dinheiro, desde se oferecer para auxiliar de pedreiro...



... até fazer apresentações de malabarismo nas ruas!



Mas aparece um jovem com um exoesqueleto hi-tech ameaçando destruir uma biblioteca e envolvendo os próprios mutantes como sendo cúmplices, e a polícia entra na história perseguindo todo mundo, heróis e vilões.



Até que Mekano, o vilão turbinado, vacila e no meio da fuga erra um salto e quase cai de um telhado, sendo salvo pelos poderes telecineticos da Garota Marvel.



Todos descobrem que Mekano é filho do dono da biblioteca que ele tentava destruir, e isso era só birra porque o pai dele não lhe dava atenção. Mais um exemplo de paternidade mal resolvida. O milionário dono da biblioteca não presta queixa e ainda recompensa os X-Men com uma grana suficiente para eles viajarem...



... apesar deles terem recebido apenas US$ 1.500,00 e terem ido em cinco para a Europa. Não sei se voar era tão barato assim na década de 60!



O Fator Três continua monitorando tudo o que os jovens alunos de Xavier fazem e aguardam pelos mutantes. E, pelo amor de Deus... Nós também queremos logo que essa enrolação acabe.



http://marvel.wikia.com/X-Men_Vol_1_36


Publicada no Brasil
Sem Informação


0 comentários :

Postar um comentário

Os comentários são moderados.