domingo, 7 de setembro de 2014

Tales of Suspense Vol 1 88 a 90 - Capitão América - Abril a Junho/1967


EDIÇÃO ANTERIORARCO / ANOPRÓXIMA EDIÇÃO
03 - SILVER AGE / 1967Strange Tales 154 e 155 -
Nick Fury

Em mais um combate mortal com seu maior inimigo, o Capitão América enfrenta não apenas o Caveira Vermelha, armas inimagináveis, robôs poderosos e, de quebra, dois antigos inimigos. O herói estrelado enfrenta também seus pesadelos.




O Capitão América havia deixado os Vingadores sem avisar nada e nessa história descobrimos que ele recebeu um chamado em vídeo de seu antigo parceiro Bucky Barnes, pedindo ajuda e afirmando que estava vivo em uma ilha na Nova Escócia.



Sem pensar duas vezes e atônito com o que viu, o Capitão segue viagem e é recebido por uma enorme bolha plástica indestrutível, que leva seu veículo até o interior da ilha. Lá, ele encontra o Poderoso e o Espadachim, também levados para o local apenas para enfrentar o vingador vermelho, azul e branco.



Os dois vilões não dão muito trabalho e logo são nocauteados, mas a grande surpresa aparece na sequência. O Caveira Vermelha havia sobrevivido ao último encontro com o Capitão e usava aquela instalação escondida desde a época das guerras para esse novo plano.



O Caveira foi salvo pela radiação do Cubo Cósmico, que o manteve vivo debaixo d'água tempo suficiente para que ele conseguisse se salvar...



... e ele planejava prender cidades inteiras dentro de suas bolhas e colocar todo o planeta à seus pés. O Capitão acaba preso em uma armadilha e tem que lutar com todo tipo de aberração metálica. Os robôs construídos pelo Caveira continuam infernizando a vida do herói!



Mas como nenhuma de suas criações derrota o herói, o Caveira coloca o Capitão frente a frente com Bucky. O garoto diz que foi salvo pelo Caveira Vermelha e deixa Steve Rogers perturbado e tomando uma bela surra.



Até que o herói se cansa de apanhar e percebe que alguma coisa estava estranha ali. Rogers consegue um contragolpe que derruba o garoto e a farsa é revelada. Era apenas mais um robô!



O Caveira deixa o Capitão preso no calabouço profundo e aciona um comando que fechava as paredes em volta do herói para esmagá-lo. Porém o vilão deixa o local para colocar seu plano de dominação mundial em prática e não vê que Rogers conseguiu fugir.


O bandeiroso consegue se pendurar na nave do Caveira e vê que seu inimigo não estava para brincadeiras quando uma enorme bolha aparece aprisionando metade de Nova Iorque.



O Capitão enfrenta novamente o Caveira dentro da nave, mas o pele vermelha ameaça desfazer a bolha e soltar a cidade lá de cima, matando dessa forma milhões de pessoas. Sem poder fazer nada, o Capitão se rende e dá sua palavra de que obedeceria o Caveira Vermelha por 24 horas.



Mesmo com tamanha incoerência (tanto por parte do Capitão que só precisava enganar o Caveira como por parte do vilão, que só precisava acabar logo com aquela história) e com o histórico recente com esse tipo de promessa, o Caveira Vermelha decide continuar a brincadeira e primeiro, acabar com a imagem do herói. O vilão invade todas as transmissões televisivas e afirma que aquilo que ele acabara de fazer com Nova Iorque poderia ser feito com qualquer cidade do mundo e que o Capitão América trabalhava para ele. E o herói confirma a história!




O Caveira parte com sua nave e o seu agora servo dentro, deixando a população em pânico. Essas benevolências dos grandes vilões não são muito bem digeridas por mim, mas isso é anos 60... Então, temos que aceitar um pouco.



É que tem coisas que incomodam tanto nessas historias que nem mesmo Stan Lee e sua turma conseguem explicar. É melhor fazer uma nota de rodapé dizendo que não tem explicação para não "ensinar nenhum vilão"!

2 comentários :

  1. Meu Deus, o cara com poder suficiente para arrancar uma cidade do Japão e fica barganhando com o Capitão América kkkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir

Os comentários são moderados.