quinta-feira, 14 de agosto de 2014

Daredevil Vol 1 20 a 23 - Setembro a Dezembro/1966


EDIÇÃO ANTERIORARCO / ANOPRÓXIMA EDIÇÃO
03 - SILVER AGE / 1966Tales Of Suspense 86 -
Capitão América

É Demolidor... Seria melhor você ter ido ajudar o Homem Aranha a caçar o Rhino. Não teria entrado nessa furada! Uma longa aventura do homem sem medo, enfrentando um maníaco que consegue voar (ou algo parecido) e uma dupla que não pode ser considerada como dupla. E não é só com os inimigos que o herói tem que se preocupar.




O Demolidor chega ao escritório após uma patrulha e encontra três trogloditas que estavam buscando por Matt Murdock. O herói fica intrigado sobre a razão deles estarem atrás de seu alter-ego advogado e segue os bandidos até sua própria casa para descobrir o motivo de tudo aquilo.



Murdock consegue vestir suas roupas civís e se deixa levar pelos figurões numa viagem de avião até uma ilha onde estava escondido um velho inimigo... O Coruja coincidentemente queria o famoso advogado Matt Murdock para defender o juiz Lewis, que havia condenado o vilão tempos atrás, em um julgamento falso e macabro, liderado pelo próprio vilão.



Com esse plano doido, o Coruja condenaria e mataria o juiz que o prendeu, e o advogado. Porém, Matt deixa todos atônitos dizendo que iria chamar uma testemunha do lado de fora do antigo castelo. Ele tem tempo para se trocar e o Demolidor invade a sala distribuindo pancada.



Em um vacilo do herói, ele é capturado em uma jaula e fica pendurado em um fosso sem fundo (o herói descobre isso já que ele não podia ouvir o eco de sua voz). O Demolidor consegue se livrar e usa sua bengala para se pendurar no cabo de sustentação e retornar para a sala, pegando todos desprevenidos e aproveitando para mais uma sessão de pancadaria.



O Coruja escapa por um corredor e segue para uma sala secreta onde ele guardava uma enorme coruja mecânica robotizada e usa aquela coisa maluca para atacar o Demolidor. Porém, a ilha possuía um vulcão, que entrou em erupção e começou a destruir todo o castelo usado pelo vilão. O Coruja usa seu robô para tentar escapar, mas o homem sem medo derruba seu oponente lá de cima e consegue controlar o pássaro de ferro até um local seguro, sendo que no caminho ainda deu tempo de salvar o juiz Lewis, que corria desesperado.



Demonstrando uma habilidade impressionante, o Demolidor leva o bicho mecânico planando de volta à Long Island só usando o equilíbrio, e consegue aterrissar em segurança. Mas ele não tem tempo para respirar, pois o Gladiador e o Saqueador Mascarado decidiram derrotar o homem sem medo para tomar a liderança do grupo terrorista Maggia.



Eles construíram um andróide e usa as habilidades de três bandidos mequetrefes - o Cérebro, o Dançarino e o Mangler - para invadir um ringue de boxe. Quem assistia as lutas era Foggy Nelson, tentando relaxar por causa das loucuras de Rhino, e Matt estava em seu escritório com Karen quando ouve a bagunça na TV e tem um plano que nem a pessoa mais pateta do mundo aceitaria executar.



Matt diz a Karen que distrairia o andróide usando a roupa que Foggy usou quando fingiu que era o Demolidor, para dar tempo do verdadeiro herói chegar. Dessa forma ele conseguiria enganá-la e chegar ao local sem despertar suspeitas. E ela decide levar um cara cego para um local cheio de pessoas para que ele se fantasie de herói e distraia uma ameaça perigosissima. Só nos quadrinhos mesmo!



O Demolidor consegue dar uns golpes no andróide, mas o Gladiador e o Saqueador Mascarado usam uma máquina que tira a gravidade sobre uma pessoa e transporta o Demolidor até o local onde eles se escondiam com os demais bandidos.



Aí a coisa fica feia. É porrada pra todo lado e a pancadaria dura algumas páginas, até que o Saqueador Mascarado trai o Gladiador para conseguir sozinho a liderança da Maggia, e envia seu ex-parceiro junto com o Demolidor com a máquina antigravidade até um local onde a Maggia se reunia para assistir uma luta só entre os dois. Calma... É pertinho... Ali na Europa(!).



Um coliseu recria um ar antigo ao embate e a luta vai acontecendo até que soltam um leão na arena e o Demolidor consegue lidar com a situação (o herói até lembrou de Zabu e Ka-Zar). O Gladiador decide não lutar mais com quem salvou sua vida e os cientistas da Maggia não aceitam o resultado e dispensam o Saqueador Mascarado, ficando com o Gladiador como membro do grupo.



E o Demolidor? Simplesmente deixam ele ir embora porque ninguém mais queria problemas com o herói! Sem sentido nenhum... Mas os problemas não acabaram pois ele é deixado na Europa, sem suas roupas civis e sem dinheiro.



Minha impressão é que o enredo é muito fragmentado. O longo arco que se estende por essas quatro revistas não é coeso e deixa o Demolidor em um cenário que mais parece uma colcha de retalhos. Idéias absurdas, viagens enormes parecendo rápidas e simples, resoluções sem sentido, atitudes infundadas e motivações vazias fazem com que esse personagem, assim como os X-Men, passasse por uma fase muito fraca, dependente apenas da diversão gerada pelos desenhos malucos dos anos 60.





Esse longo e louco arco traz os primeiros desenhos de Gene Colan revista do Demolidor. Os desenhos são mais obscuros, mas com ótimos quadros, apesar das lutas não serem lá tão interessantes...




... e alguns rostos, como o de Karen, ficarem bem ruins em alguns momentos.



0 comentários :

Postar um comentário

Os comentários são moderados.