sexta-feira, 23 de maio de 2014

Avengers Vol 1 32 e 33 - Setembro e Outubro/1966


EDIÇÃO ANTERIORARCO / ANOPRÓXIMA EDIÇÃO
03 - SILVER AGE / 1966Thor 134 e 135

Preocupações racistas surgem de maneira escancarada na Marvel. Um genérico da Ku Klux Klan surge causando tumulto em Nova Iorque e surgem interessantes discussões sociais... Até que ponto as pessoas tem opinião própria, até que ponto as informações são deturpadas, e até que ponto os heróis adotam estratégias idiotas para conseguir seus objetivos?



Golias continua em crise por não conseguir voltar ao seu tamanho normal e pede ajuda à Tony Stark, que indica um renomado cientista chamado Bill Foster para auxiliá-lo nas pesquisas.



Outro vingador com problemas é o Gavião Arqueiro, que passou a receber visitas da Viúva Negra, que agora queria se redimir do passado sombrio e provar que havia se tornado uma pessoa diferente.



Um grupo radical denominado Filhos da Serpente começa a aterrorizar minorias não americanas, praticando violentos ataques na tentativa de expulsar os grupos que eles consideravam não serem adequados.



Até que o grupo ataca o cientista parceiro de Pyn, que era negro, e começa um movimento de vingança contra as ações praticadas pelos radicais. O Golias convence seus amigos e o Capitão vai até a SHIELD, agora que ele possuía livre acesso, para obter informações sobre aquela ameaça.



Nick Fury diz que já investigava as ações do grupo, mas estava ocupado demais com a IMA, então Rogers assume o caso, mas acaba sendo capturado.



Sem o Capitão América para definir as estratégias, fica um clima estranho entre o Gavião Arqueiro e o Golias, que acabou levando tudo para um lado mais pessoal por causa do ataque à Bill Foster, e ele começa a aceitar as ordens do líder dos Filhos da Serpente para conseguir se aproximar do líder do grupo, mas sem explicar suas decisões à ninguém.



As ações são mal vistas pela sociedade que passa a contestar o grupo de heróis, mas o Golias segue firme em seu plano, causando desconfiança até entre seus colegas e com Bill.




O Golias aceita as ordens do Serpente Supremo, líder dos vilões, e vai à ONU defender a causa dos radicais, mas era um pretexto para o Gavião Arqueiro ter tempo e invadir a aeronave dos Serpentes e agir para libertar o Capitão.




Ao assumir a palavra, o Golias desmente e expõe todas as ações dos filhos da Serpente, mas surge o Capitão América defendendo o radicalismo, e o público já não entendia mais quem estava do lado de quem é quem tinha razão.



No meio do tumulto, o Capitão retorna à aeronave com o Serpente Supremo, mas é seguido pelo Golias e pela Vespa, que descobrem o farsante que usava a roupa do sentinela da liberdade. A pancadaria rola solta, até que eles se encontram com o verdadeiro Capitão América, que foi libertado pelo Gavião Arqueiro, ajudado por uma grata surpresa... A Viúva Negra.



Ela consegue pousar a aeronave e os Vingadores desmascaram o líder do grupo, um oriental comunista que tentava desmantelar os valores e princípios americanos.



Além dos problemas do Golias, do Gavião e do Capitão, a Feiticeira Escarlate e o Mercúrio faziam um tratamento na Europa para conseguir recuperar seus poderes.



Já a Vespa continuava com seus problemas fúteis de ciúme e carência, aumentados pela "delicadeza" de Henry Pyn, que sem querer deu uma cotovelada na cabeça da moça...



... além de outras atitudes constrangedoras e impulsos que deixariam qualquer homem maluco...



... e cortes de cabelo que aumentam e diminuem enquanto os roteiristas não se entendem!


Já os problemas dos desenhistas são com a coloração negra dos personagens, que mais parecia um cinza borrado...



... e com a capa das revistas que mostram personagens que não participam da ação. O que a Feiticeira Escarlate estava fazendo ali no meio da luta com os Serpentes se ela estava lá na Europa?



http://marvel.wikia.com/Avengers_Vol_1_32
http://marvel.wikia.com/Avengers_Vol_1_33


Publicada no Brasil
Sem Informação

0 comentários :

Postar um comentário

Os comentários são moderados.