quarta-feira, 9 de abril de 2014

Thor Vol 1 129 e 130 - Junho e Julho/1966



EDIÇÃO ANTERIORARCO / ANOPRÓXIMA EDIÇÃO
03 - SILVER AGE / 1966Tales to Astonish 86 e 87 - Namor

Uma história bem estranha do Thor. Ele enfrenta diversas situações bizarras e muitas coisas mal explicadas. No final das contas ele prova mais uma vez ser digno de empunhar seu martelo e ser reconhecido como deus do trovão. Mas seus relacionamentos continuam lhe dando dor de cabeça.



Thor encontra Jane dividindo o apartamento com uma estranha moça chamada Tana Nile, e ao entrar no local, fica absolutamente compelido a se ajoelhar perante ela, sem maiores explicações. 



Thor fica "de namorandinho" com Jane e decide que vai pedir a seu pai Odin para se mudar definitivamente para Terra, abdicando de seus poderes divinos. Ele avisa Jane que vai até Asgard e volta logo, mas eles são observados atentamente pela estranha locatária.



Tana, assim que Thor parte, decide afastar Jane Foster daquele local para evitar que o deus do trovão continuasse frequentando o apartamento e atrapalhando seus planos misteriosos. Ela hipnotiza a namorada do herói, que sai vagando pelas ruas sem destino.



A outra subtrama é com Hércules, que volta ao Olimpo para reclamar com seu pai Zeus sobre a armadilha que caiu quando assinou o contrato com Plutão. Mas Zeus já estava sabendo, e provavelmente com muita vergonha da burrice de seu filho, acatou as normas do contrato, ordenando que Hércules seguisse para Hades. A única forma de evitar a desgraça seria que ele encontrasse alguém para lutar por ele, pois o contrato impedia que ele movesse um braço em sua defesa.



Coincidentemente, Thor volta para Asgard e é recepcionado por Balder, que o lembra de um compromisso onde ele teria que ser enviado ao Limbo para duelar no lugar de alguém que estivesse precisando. Era um ritual sagrado de Asgard e ele não tinha como recusar. Quem ele ajudaria? Sim... Hércules! Aquele com quem ele já lutou.



Sem muita escolha, Thor ajuda Hércules, que nem podia se mexer direito, condenado a ficar eternamente naquele local. Thor derruba tudo e todos, batalhando fervorosamente, até que Plutão ficar com pena de ver tudo o que havia passado anos construindo sendo destroçado rapidamente e decide libertar Hércules, considerando Thor o vencedor da batalha.



Thor e Hércules acabam grandes amigos, com Thor dando até lição de moral no brutamontes de Olímpia.



Tirando as decisões absurdas (Thor deixa sua amada com uma estranha mulher que o fez ajoelhar; Tana decide se livrar de Jane ao invés de simplesmente procurar outro lugar para se esconder...), a história é até agradável e mostra a inserção de Hércules no contexto favorável de seu personagem, deixando de ser aquele fanfarrão glutão.



Mas algumas coisas são tão erradas que não poderiam passar batido... Apesar de saber voar, Thor aterriza no meio da cidade de Nova Iorque e toma um táxi até o apartamento de Jane Foster. Ele conversa com o motorista de forma bem amigável mas no final da corrida dá um calote do coitado. Que divindade, hein Thor!



Nesse contexto mitológico todo, surgem novos personagens da mitologia grega junto com Hércules. Além de Zeus, vemos também Ares, o meio-irmão de Hércules,assim como Artemis e Hermes. Mas a mitologia nórdica não se perde!




É muita mitologia junto...



http://marvel.wikia.com/Thor_Vol_1_129
http://marvel.wikia.com/Thor_Vol_1_130





Publicada no Brasil
O Poderoso Thor (Bloquinho Sensacional) n° 2





0 comentários :

Postar um comentário

Os comentários são moderados.