sábado, 1 de fevereiro de 2014

Tales to Astonish Vol 1 84 a 87 - Hulk- Outubro/1966 a Janeiro/1967


EDIÇÃO ANTERIORARCO / ANOPRÓXIMA EDIÇÃO
03 - SILVER AGE 1966Tales of Suspense 81 a 83 -
Homem de Ferro

Inicia-se mais um arco com o enorme ser esverdeado, que quer ser reconhecido como alguém de boa índole, mas sua aparência não permite que ele seja julgado assim. Desesperadamente o Hulk tenta se apegar à algo que lhe dê um pouco de paz, mas dificilmente ele encontra um momento de sossego.




Incomodado por ter que ficar fugindo o tempo todo, o Hulk decide procurar Betty Ross para ver se encontrava alguém que o tratasse bem, visto que ele havia ajudado a moça anteriormente. Ele encontra a base de mísseis do General Ross abandonada e decide procurar outras pessoas que o tratavam bem... Os Vingadores.



A enorme criatura ruma para Nova Iorque mas por mais que ele tentasse se esconder, ele acabava sendo visto e não conseguia procurar a mansão dos heróis, pois sempre havia alguém gritando com medo dele.



O Hulk tenta ser esconder em um cinema e vê que havia mais alguém fugindo da população amedrontada. Ele se questiona por que as pessoas tinham aquela atitude e percebe que o fugitivo era Namor. (as histórias se sobrepõe nesse momento e até o mesmo quadrinho é utilizado)



Sem tempo para se esconder, o Hulk corre para o metrô. Porém, na fuga, ele escorrega e cai nos trilhos, quebrando tudo. A criatura tem tempo de se levantar e salvar o trem que chegava à estação, o que deixa o público dividido sobre a índole daquela fera.



Rick Jones ouve que o Hulk estava em Nova Iorque e, sem dinheiro para a passagem, acaba arrumando um bico como mensageiro e se ofereçe para levar um carro até o outro lado do país, onde ele encontraria seu antigo camarada.






Rick chega na metrópole e encontra o Hulk, ajudando-o a se esconder um pouco.



No Cabo Kennedy, Talbot e o General Ross faziam o teste final do míssil Orion sobre o oceano. O armamento aparentava funcionar adequadamente, mas o suspeito senhor que pediu à Rick Jones levar o carro à Nova Iorque era um espião chamado Gorki e ele aciona um controle e o carro se transforma em um enorme robô soltando descargas elétricas que atraem o míssil para a cidade



O Hulk vê o míssil e o reconhece inconscientemente, em virtude do Dr Banner ter sido um de seus inventores. o gigante verde se lança até o míssil direcionado para os arranha-céus, mas fica atordoado com a situação e se transforma em Bruce Banner! Como assim? Dá para ficar tranquilo voando em direção a um míssil? Que memória curta heim!



Bruce foi um dos projetistas do míssil e sabe como alterar a trajetória do equipamento. Ele consegue tirar a bomba da cidade e mandá-la para o mar. Ao perceber que morreria no momento da explosão, sua pulsação se acelera e ele volta (convenientemente) a ser o Hulk. O máximo que acontece quando o míssil cai na água é molhar o gigante esmeralda.



De volta á cidade, a polícia encontra o laboratório perdido do Líder e um último humanóide Mata-Hulk. Animados com a possibilidade de destruírem a criatura verde, chamam pelo General Ross, que coloca um cientista para estudar as anotações do Líder e controlar o humanóide.



O Hulk é visto no mar, perto de onde o míssil Orion caiu, e o acusam de ser o responsável pelo ataque. Ele se esconde com Rick Jones enquanto os cientistas ativam o humanóide Mata-Hulk, que fica descontrolado e sem comando. 



Os militares fazem de tudo para encontrar o Hulk e botar os dois seres para brigar, e é o que acontece. Mas nenhum dos dois lados parece sofrer e a pancadaria rola solta.



Do outro lado do país, o espião chamado Gorki é descoberto pela inteligência militar e confessa que não tinha nenhuma relação com o Hulk e que foi a criatura verde que evitou a queda do míssil na cidade. Talbot é alertado e percebe que o Hulk não era uma ameaça e sim um herói, e passa a tentar evitar que o humanóide vencesse a batalha e ainda convence o General Ross.



Rick. Jones acaba sendo atingido por um tapa do humanóide, o que descontrola as emoções do Hulk e Bruca Banner reaparece depois de mais uma transformação, dessa vez na frente de todo mundo. Usando seu cérebro mais avantajado que o de seu alter-ego desmiolado, Banner arma uma arapuca e demonstra um certo controle emocional quando consegue se irritar e virar Hulk novamente, para levantar um transformador elétrico que causa um enorme curto circuito e deixa o humanóide eletrocutado.



Só que o Hulk também foi nocauteando pelo choque. Pelo menos dessa vez o General Thunderbolt Ross solicitou ajuda médica para o Hulk.



Ah! E o Bumerangue se prepara para retomar suas lutas contra o Hulk, desenvolvendo suas habilidades e usando uma roupa nova (mas tão ridícula como a anterior)



Pela primeira vez o Hulk se transforma na frente de todo mundo e agora não tem mais como esconder! Bruce Banner é a criatura verde que tanto incomoda a população. Quem ficou contente foi Betty Ross, mas em compensação Glenn Talbot...



Falando em Betty Ross, alguém pode me explicar por que o pai dela leva a moça em tudo quanto é lugar, mesmo sendo perigoso ou altamente secreto?



E as brincadeiras na Marvel são constantes... "Mas, o que em nome de Benjamin J Grimm é isso?"



E agora, no fim de uma edição, há o aviso "Hulkontinua na próxima edição"



A chegada da arte de John Buscema às páginas do Hulk é mais que bem-vinda. Veja a diferença de de traço com os demais desenhistas do cast...




http://marvel.wikia.com/Tales_to_Astonish_Vol_1_84
http://marvel.wikia.com/Tales_to_Astonish_Vol_1_85
http://marvel.wikia.com/Tales_to_Astonish_Vol_1_86
http://marvel.wikia.com/Tales_to_Astonish_Vol_1_87

* As histórias do Hulk de 1966 entram na cronologia de forma mais adiantada que as demais histórias dos outros personagens nos respectivos meses, em virtude do ret-con Marvel Monsters: Monsters on the Prowl. Veja as considerações cronológicas dessa revista para entender o motivo dessa ordenação. 


Publicada no Brasil
Príncipe Submarino e O Incrível Hulk (Super X) 5ª Série - n° 7 a 9 e 11 - Ebal



0 comentários :

Postar um comentário

Os comentários são moderados.