segunda-feira, 8 de julho de 2013

Fantastic Four Vol 1 37 - Abril/1965


EDIÇÃO ANTERIORARCO / ANOPRÓXIMA EDIÇÃO
Amazing Spider-Man 2303 - SILVER AGE / 1965Untold Tales of Spider-Man 25

As histórias do Quarteto Fantástico continuam boas, compensando as fracas aparições do Tocha e do Coisa na revista Strange Tales. Porém, mesmo com toda a inteligência de Reed Richards, ele tem seus momentos de desequilíbrio e põe sua paixão por Susan Storm acima da razão. E quanto à Mulher Invisível... Guardando magoas e pondo em risco todos os seus melhores amigos, ela surpreende e nos coloca uma questão: Até onde a justiça é aquilo que você acha que realmente é?



Durante os preparativos e simulações para o casamento de Reed e Sue (que só aconteceria muito tempo depois), ela se mostra desconfortável e conta à Reed que não se sente aliviada sabendo que o responsável pela morte de seu pai, mesmo sendo um Skrull de outra galáxia, não foi punido adequadamente. Reed, em mais um de seus momentos irracionais, abandona tudo e organiza uma viagem interestelar para encontrar o assassino do Sr. Franklin Storm.



Morrat, o culpado pela morte e um dos principais líderes dos Skrulls, continua a escrotizar o universo querendo mais poder e abusando da força da raça à qual ele pertence. E ele ainda tenta casar com Anelle, filha de Dorrek, o imperador Skrull, para tomar a coroa.



Reed usa uma nova arma de energia para carregar um foguete da NASA e atravessar o universo pelo sub-espaço (seja lá o que isso signifique) e chega até o planeta dos Skrulls - detalhe para mais um quadrinho extraído das fotos astronômicas. Mas ao aterrissar, por alguma razão os quatro heróis perdem totalmente seus poderes e são facilmente capturados. Para piorar, quem os captura é Morrat!



Ele promete à sua namorada que entregará o Quarteto ao imperador Skrull, mas quando ela parte, ele ordena um ataque para matá-los. Reed oferece seus conhecimentos científicos em troca de suas vidas e promete a Morrat a arma de energia, que dará poderes ilimitados ao Skrull. Os companheiros de Reed ficam atônitos, sem acreditar na traição.



O Coisa perde a paciência e parte para cima de Reed, mas ele usa a arma de energia no homem de pedra. Logo depois, atira também em Johnny e Susan, até que os Skrulls tomam a arma dele, temendo um ataque, e atiram também no Senhor Fantástico. 



O plano era exatamente esse! Com a descarga de energia, a possibilidade dos poderes dos quatro voltar era enorme, e é exatamente isso que acontece. Os heróis desarmam os soldados de Morrat bem na hora que o imperador Skrull chega e comprova a traição de seu lorde da guerra, depois que sua filha deu com a língua nos dentes.



Morrat surta e tenta um levante contra o imperador, mas a princesa se mete no meio da troca de tiros e é alvejada junto com seu amado. O Imperador Dorrek fica desesperado, mas a Mulher Invisível havia projetado seu campo de força na moça e a salvou. Mesmo contrariado depois de ter sido derrotado por três vezes pelo Quarteto (1, 2, 3), ele tem que agradecer os terráqueos e é forçado por Reed a contar quem matou o pai de Susan.



O imperador mostra Morrat e diz que foi ele quem ordenou o ataque contra o Dr Storm. Sem muito ressentimento, já que desconfiava das péssimas intenções de seu lorde da guerra, ele considera seu debito com os heróis pago, e ordena que eles se retirem, forçando-os a retornar à Terra.



Não sei se Reed é um cara sortudo ou um cara calculista ao extremo, mas ele joga com a sorte demais. Esse papinho de que ele ia sozinho para o planeta dos Skrulls foi charme, visto que ele sabia que seu parceiro Ben Grimm não o abandonaria. Desse jeito, o líder do Quarteto mostra um lado manipulador que incomoda um pouco os mais racionais. Ele sabe que por baixo daquele monte de pedras ambulantes tem um coração de manteiga.




http://marvel.wikia.com/Fantastic_Four_Vol_1_37

Publicada no Brasil
Quarteto Fantástico (Estréia!) 1ª Série - n° 21








0 comentários :

Postar um comentário

Os comentários são moderados.