quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Fantastic Four Annual Vol 1 2 - 3ª História - The final victory of Dr. Doom! - Setembro/1964


EDIÇÃO ANTERIORARCO / ANOPRÓXIMA EDIÇÃO
Amazing Spider-Man 1903 - SILVER AGE / 1964Fantastic Four Annual 2 - 1a História

Uma história que tinha tudo para ser incrível acaba caindo em um desfecho fraco, absurdo e sem sentido. Um verdadeiro balde de água fria em uma "Annual", que geralmente traz historias inacreditáveis.



Lançado no espaço, o Doutor Destino vaga sem rumo e quase sem ar em sua armadura quando é resgatado por uma espaçonave, que por uma incrível coincidência, era tripulada por Rama-Tut, outro inimigo do Quarteto. Eles descobrem que tem mais coisas em comum que o ódio pelo grupo de heróis. A máquina do tempo usada por Rama-Tut foi desenvolvida pelo próprio Dr Destino, e fica uma duvida se eles não seriam a mesma pessoa, provenientes de épocas diferentes (apesar que é mais provável que o Dr Destino seja um ancestral longínquo do faraó).



Os dois vilões decidem não enfrentar o Quarteto juntos e o Dr Destino vota à Terra, passando a executar mais um plano para derrotar Reed Richards, seu grande inimigo. Usando um consulado da Latveria, terra onde o Dr Destino é o ditador, ele oferece um jantar aos quatro heróis. É incrível como qualquer convite é rapidamente aceito por pessoas tão cheias de inimigos, mesmo conhecendo esse artifício. Durante o jantar, todos os heróis se servem com um suco típico, menos Reed, que desconfia de algo.



Seguindo as suspeitas de Reed, o suco permite ao Dr Destino invadir as mentes e criar alucinações. Só não entendo como uma alucinação pode bater na cara de Johnny, mas isso acontece e ele fica alucinado achando que o Coisa estava arrumando confusão. Sue vê Reed beijar outra mulher e também surta. Mas mesmo com todo esse plano dando certo, Destino resolve fazer reflexões e tirar sua mascara sem o menor motivo, e perde seu auto-controle, despertando suspeitas em Reed por causa do barulho.



Reed consegue controlar Sue dizendo que já havia analisado o suco (não sei como), e os dois apartam a briga entre o Coisa e o Tocha, retornando ao quartel general e encontrando o Dr Destino lá dentro (segurança nenhuma no edifício Baxter, pelo visto). Reed coordena um ataque com Johnny fazendo com que o campo de força do vilão seja desativado, mas o Tocha acaba sofrendo um grande choque e é salvo pelo Senhor Fantástico, que acaba queimando as mãos durante o salvamento.



A Mulher Invisível tenta derrotar o vilão, mas também acaba ficando em perigo, quando Reed dá o comando decisivo... Desafia Destino a um duelo mental! Eles brindam a esse duelo(?), mas o Dr Destino é iludido pelo seu próprio suco e acha que derrotou e matou Reed, indo embora sem dar importância aos outros três Fantásticos, que nunca foram seus alvos. De onde veio essa idéia de fazer um brinde a um duelo mental? E será possível que uma mente tão avançada como a de Doom não perceberia que estava caindo no golpe que ele mesmo aplicou poucos momentos antes?



Até o humor é mais fraco nessa história... O Coisa faz ajustes incorretos no fantasticarro e quase causa um grande acidente, ao bater em um idoso. Por fim um milionário excêntrico compra o carro velho batido no meio da rua e pede para o Coisa esmagar tudo para fazer uma "obra de arte"! Ah, qual é? E ainda tem o Coisa pé-de-valsa e Johnny passando uma conversa em uma baronesa... (Vingança pra cima de Doris?)



Além da origem do Doutor Destino em outra história (que eu prefiro analisá-lá separadamente), que acaba sendo um pouco mais interessante, ainda vemos uma repaginada na primeira aparição do Dr Destino. Mas até essa história me decepcionou e ainda prefiro a original.



http://marvel.wikia.com/Fantastic_Four_Annual_Vol_1_2





0 comentários :

Postar um comentário

Os comentários são moderados.