quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Encruzilhada

Ao chegar no fim da linha em Captain America Comics, me deparei com uma bifurcação no caminho da Cronologia Lógica Marvel. Pesquisando na internet, descobri algumas formas diferentes de ler as revistas e de formar o Universo Marvel.


Um dos caminhos é continuar lendo as revistas baseado na data de publicação. Seguindo esse raciocínio, a história deveria seguir com as clássicas revistas da década de 60. Outro caminho muito interessante é incluir revistas que trazem histórias que se passam na época em questão (entre 1940 e 1960), considerando dessa forma a passagem do tempo dentro das histórias.

Exemplificando, enquanto Capitão América enfrentava os comunistas nos EUA em suas revistas de 1940, Magneto passava sua juventude em Auschwitz, nos campos de concentração de judeus na Polônia, de acordo com a publicação "X-Men: Magneto Testament" de 2008-2009.

Esse enfoque é interessante pois permite construir alguns personagens misturando pontos de vista diferentes numa ordem cronológica adequada. Com isso, se evitam os vícios que eram cometidos na época clássica, onde os heróis enfrentavam os vilões e já solucionavam tudo em pouco mais de 10 páginas.

Vou seguir essa linha de construção dos personagens, indicando no título do post que as edições podem ser desprezadas, caso queiram seguir a ordem original de publicação.

1 comentários :

  1. Tem uma história que brinca com isso, foi em O FIM DO UNIVERSO MARVEL (Marvel Universe: The End), Thanos adquire os poderes de "Deus" e se vê com a ingrata tarefa de consertar o universo marvel, que tá cheio de falhas insolúveis, no que ele se vê forçado a destruir tudo para depois recria-lo. (No Brasil, Marvel Apresenta # 12: http://www.guiadosquadrinhos.com/edicao/marvel-apresenta-n-12/ma01107/20300)

    ResponderExcluir

Os comentários são moderados.